.slideshow-geral .wrapper { position: absolute !important; top: 35% !important; width: 100% !important; padding: 0 5vw !important; overflow: hidden; box-sizing: border-box; -moz-box-sizing: border-box; margin-top: 0px !important; opacity: 0; }
Americanos cada vez mais interessados em investir no mercado imobiliário português

Americanos cada vez mais interessados em investir no mercado imobiliário português

MAXGROUP confirma esta tendência de mercado e reforça o seu portefólio de produtos imobiliários com três apartamentos, com as características procuradas por este público, no icónico edifício “Sombra”, em Lisboa

14/07/2022

Partilhe esta notícia, escolha a sua rede social!

São cada vez mais os investidores estrangeiros a apostarem no mercado imobiliário nacional. Dados do Serviços de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) confirmam que os norte-americanos passaram a liderar o ranking do investimento captado por via dos vistos gold no país, ultrapassando os antigos líderes chineses e brasileiros.

 

Muitos destes clientes são oriundos do mercado das tecnologias de informação, nomeadamente da Califórnia, e, em média, estão disponíveis a adquirir imóveis até 3,5 milhões de euros.

 

Foi pouco antes da pandemia que o investimento vindo do outro lado do Atlântico começou a ganhar peso na economia portuguesa e, hoje, a atratividade no nosso país não só se mantém, como está a crescer.

Lurdes Neves, Consultora Imobiliária do MAXGROUP, grupo imobiliário  pioneiro da rede RE/MAX  em Portugal, confirma que “de facto o mercado imobiliário português tem ganho muita atenção do olhar dos norte-americanos. Destinos como Cascais, Oeiras e a Grande Lisboa são os mais procurados por estarem perto do mar e da praia e oferecerem grande qualidade de vida aos seus habitantes e turistas”.

 

“Um dos exemplos de investimento muito procurado localiza-se no edifício "Sombra" na Av. da República, em Lisboa, onde a RE/MAX MAXGROUP Telheiras está a comercializar três apartamentos em exclusivo: dois apartamentos totalmente reabilitados e um apartamento que está em fase final de reabilitação.

 

Este é um edifício icónico contruído nos meados do século XX, assinado pelo Arquiteto Fernando Silva (1914-1983), também responsável pela arquitetura das Torres Aviz na avenida Fontes Pereira de Melo, o Hotel Sheraton e o Cinema S. Jorge na Avenida da Liberdade”, continua a Consultora Imobiliária.

 

“Estes apartamentos têm sido muito procurados dada a sua excelente localização, com enorme oferta de comércio, como superfícies comerciais, restaurantes, ginásios, e serviços, como escolas públicas e privadas ou hospitais, e excelentes acessibilidades, fatores determinantes para qualquer investidor.”

 

Relativamente ao impacto económico procedente do investimento estrangeiro, segundo dados partilhados pelo SEF, o investimento proveniente dos EUA, não só destronou a China, como triplicou no trimestre deste ano, face a igual período de 2021, para 25,1 milhões de euros. Estes valores resultam em 52 vistos gold atribuídos. No passado ano, o investimento norte-americano captado por via dos vistos dourados era de 6,8 milhões de euros (13 ARI concedidos).

CONTACTE-NOS!


Outros artigos que lhe podem interessar:

Vistos Gold

Vistos Gold

Novas soluções para Investidores estrangeiros
16/05/2022

Maxloja - Soc. Med. Imob LDA - AMI:4515
Timoneiro de Sucesso Lda – AMI: 15890

Webdesign Megasites

Subscrever a
Newsletter

Newsletter

--> img { /*transition: filter 0.5s;*/ } img.lazy { /*filter: blur(80px); transition: filter 0.5s;*/ overflow: hidden; opacity: 1; -webkit-transition: opacity 1s; /* Safari */ transition: opacity 1s; } img.lazy.fade-in { opacity: 0; } img.fade-in { opacity: 1; -webkit-transition: opacity 1s; /* Safari */ transition: opacity 1s; }